Estamos há mais de 180 dias vivendo um cenário de pandemia. O mundo de alguma forma se uniu e segue lutando de diferentes formas contra o coronavírus e lidando com muitas dificuldades, perdas e desafios nunca vividos antes nessa geração. Ao mesmo tempo, a crise mundial colocou à tona muitas questões que até então não olhávamos com atenção.

Pensando nisso, listamos três coisas que aprendemos (ou reaprendemos) com esse cenário:

1. A força do coletivo é poderosa

A principal ferramenta que temos atualmente para combater o coronavírus é o isolamento social. Com isso, aprendemos que certas ações só são possíveis se todos fizerem a sua parte – e, cada vez mais, entendemos que a evolução como indivíduo depende também do que podemos fazer pelo coletivo.

2. Valorizamos mais o presente e as pessoas que amamos

A impossibilidade de visitar pessoas que amamos resgatou valores simples da vida que antes estavam automatizados em nosso cotidiano. Relembramos que não temos todo o tempo do mundo e é importante valorizar cada momento.

3. A conexão com quem se ama é fundamental, principalmente em situações mais difíceis

Nos adaptamos em conversar com familiares e amigos via Internet. No momento, é a maneira mais segura e ajuda a matar as saudades. Aprendemos e reforçamos que o contato com quem amamos é fundamental e isso se torna ainda mais importante em situações delicadas, como no caso de uma internação.

Atualmente, para evitar contágios, os hospitais estão evitando a visita de familiares e, muitas vezes, os pacientes passam dias e dias sozinhos em seus leitos sem poder conversar com ninguém, e isso dificulta sua recuperação por se sentir solitário. Sabendo da importância da conexão, muitos projetos surgiram para viabilizar uma visita virtual, como o Conexões do Cuidar, que realiza videochamadas entre pacientes e familiares durante esse período de pandemia.

E você, o que aprendeu com toda a situação que o coronavírus nos colocou?

Leave a Reply